Como obter um cara gostar de você

Quando um cara está interessado em você, ele pode começar a se comportar de forma diferente em relação a você, especialmente em um grupo. Se ele começar a agir “protetor” em sua direção, como se mudar mais perto de você em qualquer arranjo de assentos, ou colocar o braço em volta da cadeira, é um sinal de que ele está interessado. Como Fazer Um Cara Gostar De Você. O que você faz quando gosta de um cara e quer que ele goste de você? Você deixa algumas pistas e dar uma piscada para ele. E grandes são as chances de que isso funciona na maioria das vezes. Bem, está tudo bem até agora. Mas, às vezes, pode falhar. Ele pode simplesmente não gostar de você de volta. Um pouco de maquiagem irá ajudá-lo a percorrer um longo caminho e ajudá-lo a obter um cara gostar de você. Só use um rímel claro que abre seus olhos, lip-salve melhora o seu sorriso, e pinças poderia realmente ajudar as sobrancelhas sonhos ruins. Para tornar as coisas um pouco mais fácil e, potencialmente muito menos constrangedor, nós`ve compilou algumas dicas para você sobre como saber se um cara gosta de você e como testar seu interesse. Let `s começar: 1. Faça alguma pesquisa disfarçado. Antes de fazer qualquer movimento em tudo, um pouco de pesquisa ganhou`t sair errado. Dar risada das piadas de alguém é uma forma de mostrar que você gosta da pessoa. Se você está tentando fazê-lo entender que ele não deve gostar de você, pare de rir das piadas dele. Se der risada e sorrir, ele vai levar isso como um estímulo para continuar. Dicas para atrair o cara de quem você gosta. Depois de aplicar as recomendações iniciais, você pode começar a trabalhar em outros aspectos para despertar a atração no cara de quem você gosta. Assim, você deve assumir isso como um processo gradual, já que as coisas estão fluindo pouco a pouco, à medida que você se esforça. Caras adoro o som de uma risada `s da menina e eles adoram uma menina que tem um senso de humor. 9. Mostre-lhe como amigável e acessível você é. Próxima dica sobre como obter um cara para observá-lo é deixá-lo saber que você é o tipo de pessoa que ele pode falar. Se você se concentrar em interesses comuns, será resolvida a questão de como gostar rapidamente de um cara amado que não gosta de você. Algo em comum será o primeiro elo unificador; tudo o resto pode ser construído gradualmente. Realize uma análise, observe e entenda o que ele gosta. Há mais dicas que você definitivamente deveria ler, se você quer fazer um cara gostar de você. Por hora, experimente estas dicas e verá o homem que você gosta correr atrás de você como um cachorro apaixonado! [Leia também: 30 Dicas Super Sexys Para Manter um Rapaz Interessado Em Você] 1. Seja você mesmo obter um cara gostar de você muito rápido. É importante que você seja você mesmo e se comportam no seu estado normal, quando em torno dele. Isto é importante porque fingindo seu personagem, enquanto em torno dele fará com que ele não gosta de você no momento em que ele começa a conhecê-lo.

GRRM deixou a peteca cair? [Parte 1]

2019.12.28 05:46 altovaliriano GRRM deixou a peteca cair? [Parte 1]

Link: https://towerofthehand.com/blog/2014/01/12-did-grrm-drop-ball/index.html
Título original: Did George R. R. Martin drop the ball?

Desde a publicação de A Dança dos Dragões em 2011, tem havido uma grande discussão entre os fãs sobre se o último livro e seu antecessor imediato, O Festim dos Corvos (2005) fazem jus ao padrão inegavelmente alto dos três primeiros livros: A Guerra dos Tronos (1996), A Fúria dos Reis (1998) e A Tormenta de Espadas (2000). Falando sobre isso aqui estão Stefan Sasse (The Nerdstream Era) e Remy Verhoeve (Stormsongs).
Stefan Sasse: A Dança dos Dragões já foi publicado há algum tempo agora. Enquanto muitas pessoas ficaram decepcionadas inicialmente com a falta de dragões dançando, as reações diferiram mais tarde. Muitos encontraram razões para gostar do livro (e, por extensão, de O Festim dos Corvos), enquanto outros transformaram sua decepção em ressentimento. Você tem uma teoria de por que A Dança dos Dragões dividiu a comunidade de uma maneira que O Festim dos Corvos (que mostra estrutura semelhante) não dividiu?
Remy Verhoeve : Essa é uma boa pergunta e não tenho certeza se concordo com sua pressuposição de que O Festim dos Corvos não dividiu os leitores de Martin. Não conheço ninguém que, por diferentes motivos, não tenha ficado desapontado com Festim. E eu conheço muitas pessoas que leram estes livros (muitos deles sob minha recomendação, e sempre tenho que me desculpar quando chegam ao livro quatro).
No entanto, posso estar errado. Então, para o bem da pergunta, vamos ver por que A Dança dos Dragões é mais polarizante do que O Festim dos Corvos. Poderia ter algo a ver com as expectativas. As pessoas estavam esperando há doze anos (mais ou menos) para ver o que aconteceu com Tyrion Lannister, Jon Snow e Daenerys Targaryen, então houve alguma pressão sobre esses três arcos da história para serem satisfatórios. E para muitas pessoas, isso não aconteceu.
Há pouco ou nenhum movimento nos capítulos de Daenerys; Os capítulos de Jon podem ser considerados lentos, com pouco a acontecer até o final, e o personagem de Tyrion é radicalmente alterado – o que faz sentido depois do que ele passou em A Tormenta de Espadas – a ponto de as pessoas não gostarem tanto dele quanto antes.
Eu também acredito que muitos fãs consideraram Festim um remendo grosseiro e estavam confiantes de que o próximo livro compensaria isso. Mas quando, na opinião deles, isso não aconteceu, eles podem ter se tornado ainda mais críticos com o quinto livro. Pessoalmente, acho que a escrita em Dança está muito abaixo do nível de qualidade dos três primeiros livros, mas também é pior do que Festim.
Onde os primeiros livros parecem tão vitais e pulsantes, Dança parece uma obrigação, como se o entusiasmo do escritor pela história tivesse desaparecido. Eu estava lendo um capítulo do Fedor [Theon] outro dia e me surpreendeu o quão longo e cheio de descrições grande parte do diálogo se tornou, enquanto que os primeiros livros nos deram um diálogo curto e ágil que parecia real. Quando Roose Bolton explica a Fedor, por fim, o passado de sua família, parece mais uma lição do que algo que o Roose de A Tormenta de Espadas realmente diria; tanto a caracterização quanto o bom diálogo desaparecem neste exemplo em particular.
Em conclusão, minha teoria (se é que podemos chamar assim) é que existem vários fatores: as expectativas acumuladas que levam a um desapontamento, a qualidade da imersão na escrita e os três arcos principais que não estão sendo cumpridos. O enredo em si é bom, na minha opinião, ainda que prolongado, pesado e extenso, mas a apresentação é que está falhando.
Outro exemplo: em Dança, há um capítulo de Tyrion em que ele passa o tempo a bordo de uma coca, entediado. Em A Guerra dos Tronos , Catelyn Stark viajou pelo sul de Westeros entre capítulos – entendemos que ela passou um tempo viajando, mas não precisávamos ler sobre o tédio que a tomava enquanto ela (devagar e sempre) se movia em direção a Ponta Tempestade. O ritmo está estranho. Enquanto que os livros anteriores eram tão intricadamente tecidos, Dança perde todo o compasso e quase mata a história por inteiro.
Stefan Sasse : Embora seja verdade que o ritmo narrativo diminui no Festimdança (veja aqui por que o chamamos de "Festimdança"), acho que essa foi uma decisão muito mais consciente do que você imagina. A história se torna muito mais complexa nesses dois livros, e Martin lança muitas bases, cujos frutos ainda não vimos.
Das informações que obtemos no diálogo pesadamente expositivo destes livros, muitas e mais preenchem lacunas que nos permitem explorar e conectar os pontos de coisas que foram introduzidas em A Guerra dos Tronos. Além disso, os grandes desenvolvimentos da trama já estão mais ou menos esgotados. Westeros está exaurida pela guerra e, então, a poeira assenta. O ritmo naturalmente precisa diminuir. Se Martin tivesse forçado a barra, precisaria basicamente ignorar as premissas sobre as quais o mundo foi construído – especialmente o realismo. Você não pode continuar lutando o tempo todo, colocando tudo em jogo. Torna-se-ia bobo muito em breve, como provam inúmeras obras que cometem esse mesmo erro.
Então eu acho que, em si, o ritmo não deveria ser uma grande preocupação tão logo Os Ventos do Inverno seja lançado. Você pensa que, uma vez que tenhamos a obra completa em mãos, talvez você enxergue Festimdança com mais carinho? Pois não teremos mais que nos basear na expectativas irreais desenvolvidas sobre um livro que está sendo continuamente adiado?
Remy Verhoeve : A decisão [de fazer os livros do jeito que são] pode ser deliberada, mas não tenho certeza de que funcione. Quero deixar claro que, quando estamos falando de ritmo narrativo, não estou ansioso por ação, ou confrontos incrivelmente épicos, ou que põem tudo em jogo o tempo todo.
De fato, muitos dos meus momentos favoritos nos três primeiros livros não são necessariamente calcados em situações de altos riscos (embora quase todas as cenas ecoem as lutas maiores, principalmente porque os personagens envolvidos participam da luta maior). Veja, uma cena lindamente escrita como a que Ned Stark e Robert Baratheon estão nas criptas de Winterfell, ou a que Sansa está construindo um castelo na neve, ou a que Catelyn está contando a Ned a notícia da morte de Jon Arryn, são cenas "calmas", mas elas são bem escritas e não duram muito. Elas são atmosféricas e têm uma função narrativa.
Quanto à complexidade, a história sempre foi complexa, e uma das coisas que tornou os três primeiros livros tão excelentes foi como Martin, embora contando uma narrativa complexa, conseguiu manter tudo bem organizado. As histórias construídas umas sobre as outras e a logística da guerra foram tratadas de forma realista.
Eventos e consequências parecem fluir naturalmente dentro de uma narrativa natural(mente longa) de contendas e conflitos. Eu sinto que os livros se tornaram mais inchados do que complexos depois de A Tormenta de Espadas. Adicionar um personagem como, digamos, Quentyn Martell, não torna a história mais complexa, é apenas mais uma história empilhada por cima das outras, com pouca conexão com as demais histórias que estão sendo contadas (exceto pelo link com a trama de Doran Martell).
O mesmo vale para Jovem Griff e Griff. Eles parecem que foram enxertados, não são uma parte natural do fluxo. Com personagens como Jaime, Brienne e Theon não se tem essa impressão porque os personagens estão mais naturalmente ligados ao enredo.
Talvez seja difícil para mim aceitar personagens inteiramente novos a esta altura da história. Mas, sempre que penso nisso, vejo quão poucos personagens novos existem em relação aos antigos. Portanto, em vez de obter uma história mais complexa, em que novas adições iluminam o leitor ou ajudam a mover a trama, nós apenas recebemos personagens adicionais quando claramente existem mais personagens do que suficiente. Além do que, eles levam muitas páginas para cumprir seu propósito.
E isso não é ritmo narrativo, mas encheção de linguiça. "A vida a bordo do Selaesori Qhoran não era nada além de tediosa, Tyrion descobrira". Se é tediosa, eu diria que um autor deveria passa-la rapidamente. Em vez disso, ele decide explicar o quão tediosa é a jornada para Tyrion.
Talvez Martin esteja estabelecendo muitas bases. Ele é obrigado, claro. No entanto, ele fez o mesmo em A Guerra dos Tronos e isso não impediu que fosse uma ótima leitura. Os momentos expositivos foram mais esparsos e os momentos tediosos foram poucos. Talvez tenhamos algumas resoluções fantásticas para algumas das sementes que Martin plantou em Dança - mas essas resoluções estarão em romances futuros e, portanto, Dança permanecerá defeituosa. Não será uma leitura melhor por causa de algo que acontecerá mais adiante na história. Tem que ser, ao mesmo tempo, autônomo e parte de uma série.
É por isso que acho que não enxergarei Festimdança com carinho mais tarde. Não importa que tipo de escalada Tyrion (e nós, através de seus olhos desiguais) possa experimentar, continuará sendo um obstáculo ler sua jornada pelos mares em direção a Meereen. Nesse caso, acho que provavelmente pularei Dança ao invés de relê-lo.
Não tenho certeza se concordo com o termo “expectativas irreais”. Bem, entendo por que você sugere que eu poderia estar esperando demais já que tive que aguardar tanto tempo pelo próximo livro. Entretanto, na verdade, Dança simplesmente não é tão bom assim. Festim foi muito melhor na maioria dos aspectos e nem contou com os "Três Protagonistas". Há diversas coisas em Dança que o tornam menos interessante do que os livros anteriores.
Você admite que o diálogo é mais recheado de exposição, então existe um ponto em que podemos concordar. Há também a tendência perturbadora de aumento da perversidade, o foco pesado em Essos – que não é o que prometem as primeiras três mil páginas do livro (sempre foi sobre Westeros, até os capítulos de Dany) –, personagens que mudam de personalidade, as excessivamente longas listas de inventários, redação pouco clara, diversos erros de edição incomuns, desfechos irregulares, etc., etc. Ainda assim, não me importarei se você puder me convencer de que Dança é um bom livro, porque gostaria que fosse bom.
Concluindo, não me importo tanto com o ritmo, mas que o ritmo mais lento não é interessante. Além disso, não foi uma escolha muito sábia cortar o livro no ponto em que eles o fizeram. Ok, eu vou calar a boca agora.
Stefan Sasse : Eu tenho vários pontos a fazer sobre isso. Quero enfrentá-los um por um para manter a conversa focada. Portanto, mantenha as críticas em mente. Na verdade, espero convencê-lo de que o Festimdança é melhor do que você pensa.
Então, a primeira questão que quero abordar é a expositividade. Embora eu certamente concorde com você que o diálogo oferece muito mais exposição do que anteriormente, quero enfatizar que a história sempre foi rica em exposição. Apenas relemos os primeiros livros com mais frequência do que os últimos, o que tende a obscurecer um pouco as coisas.
Pense em A Guerra dos Tronos. Illyrio Mopatis e Jorah Mormont são essencialmente exposições em duas pernas da cultura Essosi e Dothraki, respectivamente. Temos uma chuva de informação [infodump] realmente grande na história de Daenerys, especialmente na primeira metade de seus capítulos, um fato que você também notou em sua décima releitura, salvo engano.
Ou pense no Torneio da Mão. Há tanta exposição acontecendo, com uma lista realmente tediosa de nomes, nomes e nomes. Somente com o conhecimento adquirido em romances posteriores toda essa exposição se torna outra coisa, e conseguimos sorrir, gemer e tremer de medo e excitação quando reconhecemos esses personagens e agora sabemos do destino deles. Infelizmente, ainda não sabemos o destino de muitos dos personagens de Festimdança. Até sabermos, a exposição é apenas isso: exposição. Mas acho que é altamente provável que, em algum livro posterior, a recompensa seja tão grande quanto a que temos ao reler Anguy ganhando a competição de arquearia.
Um excelente exemplo disso é todo o pano de fundo que temos sobre Volantis e as cidades de Rhoyne nos capítulos de Tyrion. A lei da Arma de Chekov afirma que você não introduz uma cidade onde 4/5 da população são escravos e tem um personagem principal com a reputação de libertar escravos sem que os escravos da cidade sejam libertados. Mas se não obtivéssemos essas informações, o evento (que eu espero ver em Os Ventos do Inverno ) cairia por terra, porque não teríamos conhecimento sobre o lugar. A essa altura, já sabemos muito sobre ele (a propósito, mais sobre qualquer outra Cidade Livre – exceto Bravos). Nada disso pode ser por acaso.
Ou pense no diálogo com Roose Bolton. Um comentarista do The Nerdstream Era, em nossa série "Supreme Court of Westeros", apresentou a brilhante noção de que Roose Bolton essencialmente usa Theon como um peão em seu jogo de poder com Ramsay. É bastante possível que a intenção de Roose seja enxotar Ramsay em favor de "Walder Rosa" – seu filho legítimo com Walda Frey. Mas é claro que ele não pode deixar Ramsay saber disso. Contar toda a história da família para Theon e repetidamente enfatizar que ele não tem intenção de prejudicar as perspectivas de Ramsay seria uma jogada inteligente. Contar a história é o que garante que Theon entenda tudo e se deixe levar pelo truque de "Roose confia essas informações a mim e é honesto".
Para resumir: no que concerne à exposição, tenho certeza de que, depois que lermos Os Ventos do Inverno e Um Sonho da Primavera e relermos Festimdança, certamente teremos o mesmo sorriso nos lábios que agora temos com relação à exposição nos três primeiros romances.
Remy Verhoeve: Essa é uma maneira interessante de enxergar as coisas. E eu posso entender nossa concordância até certo ponto. Há uma diferença gritante, Entretanto. E é simplesmente que há muito mais exposição - até demais - no Festimdança em comparação com os primeiros livros.
Seu exemplo de Anguy, o Arqueiro, é uma boa vitrine para isso. Ouvimos sobre Anguy vencer a competição de arco e flecha, e é só isso. Não há muito tempo de exposição nos dizendo quem é esse cara, de onde ele veio e assim por diante. Então, quando ele aparecer mais tarde, 75% dos leitores não se lembrarão dele, mas os 25% restantes poderão apreciar o personagem reaparecendo.
Em contraste, a exposição no Volantis é pesada e massiva. Não apenas através dos olhos de Tyrion, mas também de Quentyn. Há um capítulo de Quentyn que não é quase nada além de exposição. É mais um diário de viagem do que uma história, com Quentyn olhando para todas as coisas estranhas que passam nas ruas (perdoe-me se não era Volantis, mas outra cidade – contudo, o sentido continua o mesmo).
O exemplo mais óbvio de exposição exagerada deve ser o capítulo de Jon Snow no qual temos a maior lista de todos os tempos sobre o que a Patrulha da Noite guarda nas despensas. A balança está desequilibrada; exposição demais (também chamada de "construção do mundo" por muitos) mata a história (para mim, pelo menos).
Agora, o mais complicado é que eu sempre amei a construção de mundo de Martin e houve um tempo em que eu só queria mais e mais. Porém, um pequeno problema nisto tudo é que, principalmente em Dança, Martin concentra quase toda sua energia em uma exposição sobre Essos, o que para mim e para muitos outros leitores parece errado, pois a história foi ambientada, e era sobre, Westeros. Estamos tão avançados na narrativa que isso quase soa como um recomeço em um continente muito menos interessante. Obviamente, isso também está relacionado à longa espera por Daenerys chegar a Westeros.
Talvez seja por isso que sinto que Festim é mais interessante que Dança – em Festim, pelo menos, estamos em Westeros, o lugar que sempre importou, o lugar pelo qual tantos morreram. Duvido que Martin possa nos fazer se importar assim com Essos. Mas é claro que não posso saber o quão importante Essos será até que a história esteja completa.
Quanto ao diálogo de Roose com Theon/Fedor, não duvido que tenha uma razão para estar lá, mas ainda é tratado de maneira pesada e não parece o Roose frio, calculista e quieto que conhecemos antes. Um homem cujas ações falavam mais alto do que as palavras. Parece que ele está fora do personagem nessa sequência em particular. Mas, como você disse, talvez ele esteja jogando um jogo que eu simplesmente não compreendi.
Muito poderia ser cortado do Festimdança, sem grandes perdas, para se tivesse uma narrativa mais rápida. Ao ler o romance, há um limite de quanto precisamos saber sobre o cenário. É melhor deixar essas coisas para livros complementares e coisas semelhantes. Se Tolkien tivesse parado em todas as ruínas que a Irmandade encontrou para explicar exatamente o que ela havia sido...
Os primeiros livros de Gelo e Fogo não demoraram muito para chegar aos pontos importantes da trama. Com Festimdança, fica parecendo que Martin queria uma determinada estrutura, e isso implicava em preencher capítulos para espalhar esses pontos. Um bom exemplo disso é o capítulo solitário de Jaime em Dança, onde o único evento importante ocorre nas duas últimas frases. O restante do capítulo é preenchido até as bordas com exposição sobre pequenas casas nobres nas Terras Fluviais e arredores. Mais uma vez, é provável que a exposição exista para desenvolvimentos de enredos futuros, mas o texto em si não me envolve como leitor da mesma forma que fazia antes.

[Continua na parte 2]
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2019.07.28 21:37 poder-da-seducao Como enlouquecer um homem à Distância. 7 Dicas infalíveis.

Como enlouquecer um homem à Distância. 7 Dicas infalíveis.
As comunicações nos dias de hoje facilitaram muita coisa, principalmente os apaixonados de amarem pelo telefone, pela internet, ou por qualquer outro destes meios. Mas a maior questão não é essa. A maior questão é que, apesar de tudo isso, as traições ainda crescem e crescem em todo o mundo. Parece que tudo ficou muito fácil hoje em dia. Mas veja abaixo algumas dicas que podem te ajudar como enlouquecer um homem a distância. E não é só isso, você vamos deixar uma super dica no final do artigo.
Já imaginou o seu marido, namorado, crush te desejar tanto a ponto de não conseguir pensar em outra mulher que não seja você?!
É exatamente o que você vai descobrir, todo o poder da sedução. Então leia tudo até o final!
DICA 1 – USE AS REDES SOCIAIS

Como conquistar um homem a distancia
A internet foi e continua sendo o palco de grandes movimentações sociais. Você pode utilizar a internet de várias formas para conquistar o homem da sua vida. Se ele está longe de você, mas também está no facebook, veja abaixo algumas dicas que podem te ajudar:
Publique fotos incríveis suas, onde você está sozinha na foto, mas está linda, deslumbrante! Se arrume, se maquie, arrume seu cabelo, fique diva e poste fotos nas redes sociais para ele ver. Isso irá despertar o interesse dele aos poucos, se ele realmente te achar linda. Mas cuidado! Eu vejo atualmente um monte de mulher de cabeça fraca, postando foto dos peitos, da bunda, de biquine, fazendo pose quase pornográfica, na esperança de chamar atenção de quem olha. E pior que realmente chama atenção, mas infelizmente este tipo de atenção só faz a mulher ser desvalorizada por todos os homens que curtem aquela foto. Quando for postar suas fotos, esteja linda e maravilhosa, mas nunca, nunca mesmo, esteja vulgar.
Poste textos que você sabe que ele vai se identificar, porque assim ele vai se conectar contigo;
Converse com ele no chat sobre coisas que ele gosta, etc
DICA 2 – O CELULAR
O smartphone ou celular dele também pode ser usado para ter como conquistar um homem a distância. Se ele já tá te dando certo mole e você tem o número dele, pode ligar para conversar um pouco. Não seja oferecida, apenas converse com ele sobre coisas que ele goste, pois eu tenho certeza que ele vai se interessar por ti aos poucos por causa da sua conversa.
Leia também:
Como descobrir uma traição
Como enlouquecer um homem na cama
Como conquistar um homem
DICA 3 – WHATSAPP
Não tem como negar que hoje o Whatsapp virou palco de várias comunicações. Você pode mandar fotos para ele, começar uma conversa agradável, ou até mesmo mantar áudios, fazer ligações, dentre outras coisas. Para ter como conquistar um homem a distância, você tem que fazer ele te ver como uma mulher que vale a pena, então estas ferramentas que eu tenho citado aqui neste artigo até agora devem ser bem utilizadas. Não adianta agora você ser oferecida ou vulgar, que o seu tiro vai sair pela culatra. Não mande nudes, não mostre os seios e nem faça sexo virtual com ele, senão suas chances de serem feliz já era. E se ele pedir para você fazer qualquer uma dessas coisas, simplesmente caia fora, porque ele não é homem de verdade para você.
DICA 4 – TENHA CONTATO COM AMIGOS DELE

Como conquistar um homem a distancia
Não é só com ele que você deve manter contato a distância para conquistá-lo. Com certeza, se você tiver amigos próximo a ele, isso pode te ajudar muito. Você pode falar com estes amigos para eles irem levando informações suas para ele, falando bem de ti, dizendo o quanto você está incrível, dentre outras coisas que te engrandeçam aos olhos dele. Se quer mesmo ter como conquistar um homem a distância, os amigos dele que você conhece podem ser uma peça chave.
DICA 5 – A FAMÍLIA DELE
Se você conhecer alguém da família dele, isso pode ser muito útil para seu lado, principalmente se você fizer amizades com eles. A família dele são as pessoa que mais possuem influência sobre ele e que podem fazer você ter grandes chances de descobrir coisas importantes que podem ser usadas nesta conquista. Fora que a família dele, se gostar de ti, já pode ser meio caminho andado para ele gostar também. Eu, por exemplo, tenho um irmão especial. Se alguém gosta dele e ele gosta deste alguém, esta pessoa só por causa disso já cresce no meu conceito. Família é família.
DICA 6 – SAIBA USAR AS PALAVRAS
Amiga, pode ter certeza de uma coisa: na comunicação a distância, você não tem a vantagem de estar cara a cara, então as palavras acabam se tornando muito poderosa na conquista. Se forem palavras boas, você vai acabar conseguindo obter grandes resultados, mas se forem palavras ruins, você pode por tudo a perder. Por isso, aprenda a usar as palavras certas e o tom de voz certo, para caso de você falar com ele pelo telefone.
DICA 7 – SMS
O sms ainda existe sabia? Muita gente não tem o whatsapp nem facebook, então o sms é importante. Aprenda a falar com ele por mensagens de texto e saber exatamente o que dizer para que ele goste de ti.
Espero que você tenha gostado das 7 dicas que você aprendeu aqui.
Agora bote em prática se quiser mesmo conquistar um homem a distância. Outra coisa, se você quiser aprender técnicas e dicas de conquista, conheça o curso poderosa na cama e faça o homem que você gosta cair aos seus pés de amores.
Milhares de mulheres já fizeram e os resultados surpreendem...
👉 conhecer o curso Poder da sedução 👈
#comoconquistarumhomemadistancia #comoconquistarumhomem #comoenlouquecerumhomemadistancia #poderdasedução
submitted by poder-da-seducao to u/poder-da-seducao [link] [comments]


Como Fazer Um Homem Se Apaixonar e Correr Atras de Voce ... Como fazer uma Mulher se Apaixonar e Gostar de Você - YouTube Como Fazer Ela Gostar de Você Logo de Cara? Como Fazer Alguém Gostar de Você Instantaneamente Com 3 ... SINAIS QUE ELE GOSTA DE VOCÊ (Como saber se ele está ... Como Fazer Alguém VOLTAR Gostar de Você - YouTube COMO ESQUECER UM HOMEM QUE VOCÊ GOSTA Como Obter o SIM dela Instantaneamente? GOSTO DELE MAS ELE NÃO GOSTA DE MIM

Como Fazer Um Cara Gostar De Você Sem Esforço, Em Pouco ...

  1. Como Fazer Um Homem Se Apaixonar e Correr Atras de Voce ...
  2. Como fazer uma Mulher se Apaixonar e Gostar de Você - YouTube
  3. Como Fazer Ela Gostar de Você Logo de Cara?
  4. Como Fazer Alguém Gostar de Você Instantaneamente Com 3 ...
  5. SINAIS QUE ELE GOSTA DE VOCÊ (Como saber se ele está ...
  6. Como Fazer Alguém VOLTAR Gostar de Você - YouTube
  7. COMO ESQUECER UM HOMEM QUE VOCÊ GOSTA
  8. Como Obter o SIM dela Instantaneamente?
  9. GOSTO DELE MAS ELE NÃO GOSTA DE MIM

Como Fazer Ela Gostar de Você Logo de Cara? - Duration: 5:17. ... Como Provocar MISTÉRIO Nelas e Ser Tornar um Cara Atraente? ... 5 FRASES Que as Mulheres ADORARIAM Ouvir de Você, e o Porque? ... Siga o Facebook Manual do Homem - http://bit.ly/FacebookManualHomem Deixar uma Mulher apaixonada e fazer ela gostar de você exige os passos citados no vídeo,... Como Fazer Ela Gostar de Você Logo de Cara? Top Sedução e Relacionamentos ... Como falar de um jeito que as pessoas queiram ... Como virar o jogo e fazer ela correr atrás de você - 7 dicas ... COMO ESQUECER UM HOMEM QUE VOCÊ GOSTA ... ver que vale realmente a pena ter ele de volta, você deve fazer o seguinte antes de cair matando para cima dele: você deve parar e refletir sobre suas ... SE ELE GOSTASSE DE VOCÊ, VOCÊ SABERIA - Duration: 7:09. Fred Elboni 1,015,721 views. ... COMO SABER SE O CRUSH ESTÁ AFIM DE VOCÊ - Duration: 6:45. Dominique Claudino 631,319 views. Homens são confusos perceber seu sentimentos pode ser um desafio. Como saber se ele gosta e mim? Quais os sinais que ele se importa? Como entender que ele es... Como Fazer Alguém VOLTAR Gostar de Você 👍 Quer mais? Acesse http://alexandervoger.com/comecar-agora/ Para desenvolver seu poder de sedução clique acima 👉 Cur... Conheça as 3 MENSAGENS de Texto Que Fazem um Homem Se Apaixonar Por Você: https://goo.gl/GbIMw7 Nesse vídeo você vai aprender como fazer um homem se apaixona... Como Fazer Alguém Gostar de Você Instantaneamente com 3 Piadas https://youtu.be/riix59iAKIY Acesse a Universidade Carisma: https://unicarisma.com/universidad...